OLIMPÍADAS DO RIO DE JANEIRO

guanabara

Um post muito curto.

Foram muitos anos de preparativos e investimentos até chegarmos neste momento – estão começando os Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro!

Mas faltou “tempo” para despoluir a Baia da Guanabara, a Lagoa Rodrigo de Freitas e também as lagoas da região da Barra da Tijuca. E não é só isso – todas as metas ambientais assumidas pela cidade do Rio de Janeiro no dossiê de candidatura para a Olimpíada de 2016, sem nenhuma exceção, foram descumpridas.

Uma dessas metas, na área do saneamento ambiental, tinha como compromisso a redução do volume de esgotos lançados na Baia da Guanabara em 80% a partir de um amplo programa de instalação de redes coletoras de esgotos e de estações de tratamento nas cidades ao redor da Baia. Esgoto sanitário nunca é prioridade – nem mesmo quando o país assume um compromisso diante de todo o mundo.

Muito boa sorte para os atletas do iatismo (com provas na Baia da Guanabara) e do remo (com provas na Lagoa Rodrigo de Freitas), que serão obrigados a competir em águas poluídas por esgotos e lixo.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s