FORTES CHUVAS CAUSAM MORTES E MUITA DESTRUIÇÃO NA BAIXADA SANTISTA, LITORAL DE SÃO PAULO

Chuvas na Baixada Santista

Entre o início da noite dessa segunda-feira, dia 02 de março, até o início da tarde de hoje, a região da Baixada Santista, no litoral do estado de São Paulo, foi castigada com fortíssimas chuvas. 

O volume de chuvas acumulado em um período de 12 horas foi de 282 mm no Guarujá, 218 mm em Santos, 170 mm em Praia Grande, 169 mm na Praia Grande, 160 mm em Mongaguá, 132 mm em Cubatão e de 110 mm em Itanhaém e Bertioga. Esses volumes de chuvas correspondem, em alguns casos, a todo o volume esperado para todo o mês de março. 

As cidades que mais sofreram com as chuvas foram Santos, Guarujá e São Vicente – desmoronamentos de encostas nessas cidades já deixaram 13 pessoas mortas e 45 seguem desaparecidas. Equipes do Corpo de Bombeiros do Estado de São Paulo estão realizando buscas em oito locais diferentes, sendo quatro em Santos, dois no Guarujá e dois em São Vicente. 

Entre as vítimas já confirmadas estão dois bombeiros que trabalhavam no Morro do Macaco, no Guarujá, que foram soterrados enquanto trabalhavam nas buscas. Os bombeiros tentavam resgatar uma criança e a mãe atingidos por um deslizamento, que também morreram quando uma parte da encosta desmoronou. 

Além dos estragos nas áreas urbanas, as fortes chuvas também causaram a queda de barreiras na Via Anchieta, uma das rodovias que faz a ligação entre a Baixada Santista e o Planalto de Piratininga. Dois trechos da rodovia estão bloqueados em Cubatão. 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s