O ABASTECIMENTO DE ÁGUA EM NÚMEROS

Torneira

Ao longo de uma sequência de posts, foram apresentadas informações básicas sobre as fontes de abastecimento, sistemas de tratamento e de distribuição de água potável. Para uma visão global dos problemas existentes, vejam esses números sobre o abastecimento de água divulgados pelo Instituto Trata Brasil:

82,5% dos brasileiros são atendidos com abastecimento de água tratada; isto significa que uma população equivalente a mais de 35 milhões de pessoas não tem acesso a este serviço básico;

37% da água distribuída através das redes públicas é perdida, ou seja, são vazamentos nas tubulações, falta de medição ou medição incorreta, além das ligações clandestinas – os famosos “gatos”. O menor índice de perdas é encontrado na região Sudeste – 32,62%; na região Norte encontra-se o maior índice com 47,90%;

A água perdida nas redes de abastecimento das cidades ao longo de um ano é equivalente a 6 vezes o volume do Sistema Cantareira;

O consumo médio per capita de água no Brasil é de 165,3 litros por habitante por dia. A região Sudeste apresenta o maior consumo com 192 litros por habitante por dia – a região Nordeste apresenta o menor consumo com 125,3 litros por habitante por dia.

Considerando-se que os sistemas de abastecimento de água potável estão na raiz do saneamento básico, os números apresentados são muito ruins para um país que figura entre as maiores economias do mundo. Em muitas localidades há falta generalizada de sistemas de produção e armazenamento de água, além de estações de tratamento e redes de distribuição de água; em outras localidades, onde já existe toda uma infraestrutura já instalada, falta uma gestão adequada que maximize os investimentos e que reduza as perdas de água e de faturamento – cabe aqui consultar o post onde foi apresentado o caso da cidade de Nova York onde, gastando-se apenas um décimo do orçamento previsto para a ampliação da rede de abastecimento, foi possível modernizar o sistema já existente e reduzir as perdas de água para 10%.

Citando exemplos de duas cidade que conheço bem: em Porto Velho – Rondônia, onde trabalhei por uma ano e meio, a rede de abastecimento atende apenas metade da população da cidade e a qualidade da água fornecida não é das melhores, apesar da farta disponibilidade de recursos hídricos na região amazônica. Em Itu, cidade de médio porte a cerca de 100 km da cidade de São Paulo, a rede de abastecimento atende praticamente 100% da população com água de ótima qualidade. A cidade enfrentou sérios problemas com racionamento de água na recente crise hídrica pela falta de reservatórios de grande porte – a cidade conta com vários reservatórios pequenos e precisou perfurar rapidamente dezenas de poços artesianos para aumentar a oferta de água. Ou seja, nem a farta disponibilidade de recursos hídricos nem a cobertura universal da rede de abastecimento são garantias da oferta de água de boa qualidade e em volumes adequados para a população – é preciso que haja uma gestão responsável dos recursos hídricos e do uso adequado dos recursos financeiros, que sempre serão insuficientes dadas as dimensões continentais de nosso país.

O assunto é amplo e fascinante, mas é preciso avançar na análise do saneamento básico – cada litro de água potável que chega numa residência, comércio, escola, indústria (desconsiderada a água usada como insumo de produtos), entre outros consumidores, transforma-se em um litro de esgoto sanitário após o uso – esse esgoto produzido precisa ir para algum lugar. Trataremos disto nos próximos posts.

Anúncios

One Comment

Deixe uma resposta para O USO DE ÁGUA CONTAMINADA COM ESGOTOS NA IRRIGAÇÃO DE VERDURAS E VEGETAIS | ÁGUA, VIDA & CIA – Fernando José de Sousa Cancelar resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s